Brasil???

Frio, tosse, febre, dores, SIM!!! Assim eu me sentia enquanto assistia aquele jogo “besta” da copa, afinal o nosso Brasilzão, estava fora...

Besta? Não...que jogo lindo, viam-se guerreiros em campo, prontos para entregar sua vida naquele momento de emoção, brigavam pela bola, como se somente ela importasse,como se a TODA PODEROSA BOLA, fosse o centro do universo....e não era?

E o que eu, o enfermo, senti?

Inveja, muita inveja, porque nossos jogadores não fizeram isso?

E o que eles fizeram?

Que espécie de pessoa pode sair de campo sorrindo após perder um jogo, partidinha essa que um país, uma enorme nação parou para assistir, e só não chorou ao seu fim por vergonha, pois o que havia se visto em campo não refletia a nós Brasileiros.Povo guerreiro e batalhador que apesar de todos os problemas que batem a nossa porta TODOS os dias, não deixamos de sonhar com tempos melhores.

Não sou um adorador do futebol, na realidade só assisto a jogos de futebol na época da copa do mundo, pois acredito, ser de tamanha insensibilidade um brasileiro que não se comova com a euforia que toma conta de nosso sofrido povo.

Eu torci, gritei, ajudei na ”vaquinha” que o pessoal de minha rua fez, para comprar bandeirinhas e então podermos nos cercar do verde-amarelo que nessas épocas, tanto amor nos desperta. E me envergonhei...

Ó italianos, que até o fim brigaram e nos últimos dois minutos...dois gols fizeram...Pensem bem...faltando dois minutos para o fim da partida eles fizeram DOIS gols....Eles acreditaram, e seus corações, suas fortes almas os levaram a vitória, pois aquela altura seus corpos estavam esgotados.

Ó alemães, que embora não tivessem talento algum, foram passando barreira por barreira, lutando empurrados por um povo, que até pouco tempo tinha vergonha de gritar o nome de sua seleção, para eles a torcida teve muito valor...mandaram para casa até mesmo nossos “hermanos “.Ponto para eles!

Nós brasileiros terceiro mundo para uns, país emergente para outros, que somente nessa época conseguimos colocar nosso corpo caboclo à mesa de honra mundial, que somente em tempos como esse, somos considerados a “elite” para então desfrutamos do que os italianos, alemães, franceses, cansam de desfrutar todos os dias de sua vida.

Não é nos menosprezando que vamos chegar a algum lugar...mas que INVEJA viu!!!

3 comments:

Carlos Tramonte said...

Senti uma certa conotação... como diria?... GAY, nesse teu post.
Guerreiros? Lutando no campo? Sentiu inveja?

Meu Deus...

:D

carolina chiste said...

Qse chorei :(
XD....

Anonymous said...

Quanto mais eu leio o q vc escreve,mais convencida eu fico de que vc é um gênio.Parabéns,vc é demais.Beijos
Angélica